É necessário que o seu navegador tenha o suporte a javascript habilitado para navegar neste site. Zôhar (Livro 8)
  • 00 item(s) - R$ 0,00
Seu carrinho de compras está vazio.
  • Zôhar (Livro 8)

Zôhar (Livro 8)

Texto integral
Autor: Shimon Bar Iochai
SKU: 7188
Páginas: 189
Avaliação geral:

Tradução das porções semanais Vaieshev, Mikêts e Vaigásh que correspondem às folhas 179b a 211a.

R$ 55,00 no Cartão
Disponibilidade: Imediata

Quem comprou esse produto também comprou:

Descrição

A partir deste volume do Zôhar começam a ser abordadas as porções semanais da Torá que narram a vida de José e as relações que ele tinha com seu pai - Jacó - e com seus irmãos.

O fatídico episódio da venda de José por seus irmãos e o papel de destaque desempenhado por Reuven é analisado pelo Rabi Shimon bar Iochai e seus amigos.

A notícia falsa de que José teria morrido, a reação de luto e pesar de Jacó e o significado cabalístico dessa relação de amor intensa entre pai e filho também são alvo da discussão dos Sábios.

Por fim, a vida de José no Egito, a sua ascensão ao trono real, o reencontro da família e o início do primeiro exílio (ou diáspora) são narrados e analisados inclusive sob a perspectiva da história do Povo de Israel em sua totalidade, tendo como ponto de chegada o período chamado de "fim dos tempos", marcado pela chegada do Messias, e que encerra o ciclo de exílios/diásporas.

Essa é primeira tradução integral e direta do Zôhar do aramaico ao português e segue o mesmo padrão de qualidade dos livros anteriores. Como nos demais volumes, apresenta os Tossefta (adendos), o Midrash Haneelám (Interpretações Ocultas) e os Sitrê Torá (Segredos da Torá).

 

Os volumes já disponíveis desta série são:

 

Zôhar (Livro 1)

Zôhar (Livro 2)

Zôhar (Livro 3)

Zôhar (Livro 4)

Zôhar (Livro 5)

Zôhar (Livro 6)

Zôhar (Livro 7)

 

 

Da apresentação do tradutor Diego Raigorodsky:

O Zôhar é um trabalho pseudoepigráfico considerado pelos tradicionalistas uma revelação de Deus ao Rabi Shimon bar Iochai e seus discípulos. Escrito parcialmente em aramaico e parcialmente em hebraico como um comentário sobre o Pentateuco, contém um sistema teosófico completo, e aborda assuntos como: a natureza de Deus, cosmogonia, cosmologia, alma, pecado, redenção, bem e mal.

O livro apareceu pela primeira vez no século XIII, na Espanha, e foi difundido pelo cabalista Moisés de Leon. Foi ele quem atribui o livro em sua posse ao sábio do século I, o Rabi Shimon bar Iochai. No entanto, logo de início esta hipótese foi refutada por algumas pessoas.

A difusão do Zôhar entre os judeus se deu de forma rápida e impressionante. Cinquenta anos após o seu surgimento, o texto já era citado por muitos cabalistas, que não podiam crer que um livro desses fosse obra humana, e que certamente se tratava de um livro de inspiração divina e que, portanto, podia ser colocado no mesmo nível da Bíblia.


Até mesmo judeus pouco inclinados ao misticismo, filósofos, autoridades rabínicas e juízes preocupados com a letra da lei chegaram a considerar o livro como fonte sagrada e o utilizaram para definir questões normativas da religião.

Sobre o autor

Yair Alon

Nascido em Jerusalém, Israel, formou-se em Lingüística pela Universidade de São Paulo e sempre trabalhou na área de tradução e interpretação de textos sagrados antigos, principalmente em hebraico e aramaico.
Estudou Cabalá desde os 13 anos e por conta do seu trabalho e interesse pelo assunto, teve acesso a centenas de livros cabalísticos (muitos dos quais em manuscritos). Com o passar do tempo e com o conhecimento adquirido, começou a ministrar aulas e montar grupos de estudo.

Avaliação dos Clientes

Seja o primeiro a avaliar este produto.
Newsletter