É necessário que o seu navegador tenha o suporte a javascript habilitado para navegar neste site. Bilionários Nazistas
  • 00 item(s) - R$ 0,00
Seu carrinho de compras está vazio.
  • Bilionários Nazistas

Bilionários Nazistas

A tenebrosa história das dinastias mais ricas da Alemanha
Autor: David de Jong
SKU: 14880
Páginas: 400
Avaliação geral:

Um livro inquietante que reconstitui os mecanismos de violência e corrupção que estão na origem da riqueza de várias das dinastias empresariais mais poderosas do mundo. O livro prova que o resgate da memória histórica sobre esse sinistro período continua relevante e necessário.

R$ 120,00 2x de R$ 60,00 s/ juros no Cartão
Disponibilidade: Imediata

Quem comprou esse produto também comprou:

Haavara - O Acordo de Transferência
R$150,00
em até 3x de R$50,00
As Amazonas da Mossad
R$159,00
em até 3x de R$53,00
Torá Interpretada (5 volumes)
R$600,00
em até 6x de R$100,00
Yalkut Yosef - Tefilá 1
R$136,00
em até 2x de R$68,00
Yalkut Yosef - Tefilá 2
R$136,00
em até 2x de R$68,00

Descrição

Um livro inquietante que reconstitui os mecanismos de violência e corrupção que estão na origem da riqueza de várias das dinastias empresariais mais poderosas do mundo. O livro prova que o resgate da memória histórica sobre esse sinistro período continua relevante e necessário.


*  *  *

A história do nazismo na Alemanha é inseparável das biografias dos industriais e financistas que ajudaram Adolf Hitler a conquistar o poder absoluto e lucraram milhões com as atrocidades do Terceiro Reich - são nomes como os Von Finck, Porsche, Oetker e Quandt.

Aduladores e inescrupulosos, eles ampliaram seus impérios através do roubo de propriedades judaicas e da exploração do trabalho forçado de vítimas da barbárie nazista, além da fabricação de armas e munições.

A brandura do julgamento de seus crimes no pós-guerra possibilitou a continuidade de suas dinastias empresariais, cujos herdeiros acumulam fortunas e administram marcas mundialmente famosas até hoje, como Volkswagen, Dr. Oetker, BMW e Allianz. E por que, depois de tantas décadas, eles ainda estão fazendo tão pouco para reconhecer os crimes de seus antepassados?

Debruçado sobre milhares de documentos e fontes originais, além de abrangentes pesquisas historiográficas, o jornalista e historiador David de Jong - holandês de origem judaica - disseca as origens obscuras das fortunas multiplicadas a ferro e fogo entre 1933 e 1945. Neste livro, seu trabalho de estreia, o autor faz um chamado ao resgate da memória do genocídio nazista, tarefa primordial em tempos de ressurgência do extremismo antidemocrático.

Sobre o autor

David de Jong 

Nasceu em Amsterdam. Formado em ciência política, tem mestrados em história pela London School of Economics e pela Universidade de Columbia. É jornalista especializado em economia e finanças. Trabalhou na Bloomberg News e publicou reportagens no New York Times e no Wall Street Journal. Hoje em dia mora em Tel Aviv, onde é correspondente do jornal holandês Het Financieele Dagblad.

Comentários

"O desafio, como De Jong nos lembra, é reatualizar essa história para continuamente encontrar novas maneiras de trazê-la para o presente."
Adam Tooze, Professor de história da Universidade de Columbia e diretor do European Institute

Depois de ler este livro você nunca mais dirigirá um Volkswagen, fará um seguro residencial com a Allianz ou comprará uma pizza Dr. Oetker no mercado sem um certo mal-estar. De Jong, com o talento do bom jornalista que é, permite que os fatos falem por si mesmos. E nos deixa impressionados com o poder da ganância."
The Daily Telegraph

"Com seus relatos meticulosamente construídos de indivíduos e famílias alemãs, incluindo judeus que foram expropriados, Bilionários nazistas sugere que até hoje as reparações dos lucros que alguns colheram em uma era de horror não foram feitas."
Samuel Moyn, professor da Universidade de Yale

"O fato de algumas das maiores fortunas da Alemanha estarem profundamente entrelaçadas com as ignomínias do Terceiro Reich deveria ser muito mais conhecido - e, graças a este livro, será."
Bradley Hope, New York Times, autor de Billion Dollar Whale