É necessário que o seu navegador tenha o suporte a javascript habilitado para navegar neste site. A Morte de Matusalém - Livraria Sêfer
  • 00 item(s) - R$ 0,00
Seu carrinho de compras está vazio.
  • A Morte de Matusalém

A Morte de Matusalém

Autor: Isaac B. Singer
SKU: 11160
Páginas: 237
Avaliação geral:

Como quem conversa com o leitor à mesa de um café em Varsóvia ou numa delicatéssen de Nova York, o grande contista polonês retrata uma série de vidas transtornadas pelo amor e pela tentação do sexo.

R$ 53,00 no Cartão
Disponibilidade: Imediata

Descrição

De um modo ou de outro, as vinte narrativas reunidas em ?A morte de Matusalém? retratam os transtornos do amor, do sexo e da traição na vida de personagens desencantados e revoltados com os caprichos de Deus. No entanto, para Isaac Bashevis Singer não há contradição entre o desencanto mais amargo e o bom humor e a serenidade que só os sábios alcançam.

Aqui, Singer se desloca entre os dois universos que retratou como ninguém: o do judaísmo no Leste Europeu, ancestral e quase lendário; e o do cotidiano das comunidades de imigrantes judeus nos Estados Unidos, atravessado pelo desenraizamento moderno.

Tal qual o mítico Matusalém - que no conto que dá título ao livro encontra, aos 969 anos, a mulher que sempre desejou -, os outros personagens do livro passam a vida sujeitos à tentação, à paixão e aos desígnios igualmente insondáveis de Deus e de seus semelhantes. Traições e perversões estão entre os temas que atravessam as narrativas, que seriam consideradas moralistas se o autor não se abstivesse radicalmente de julgar seus personagens, cada um sempre submetido, afinal, "à solidão de quem é obrigado a encarar a amarga verdade".

Sobre o autor

ISAAC BASHEVIS SINGER

Nasceu em Radzymin, Polônia, em 1904, filho e neto de rabinos chassídicos. Sem vocação religiosa, seu primeiro emprego foi numa revista literária de Varsóvia, que editou seu primeiro romance em 1932. Três anos depois foi para Nova York, onde passou a trabalhar num jornal iídiche. Seguiu-se uma sucessão de contos e romances que lhe deram fama internacional. Mesmo após conseguir a cidadania americana, continuou a escrever em iídiche, colaborando com os tradutores que vertiam suas obras para o inglês. Seus livros foram adaptados para o teatro e o cinema. Em 1978, ganhou o Prêmio Nobel de literatura. Morreu em Miami, em 1991.

Avaliação dos Clientes

Seja o primeiro a avaliar este produto.
Newsletter