É necessário que o seu navegador tenha o suporte a javascript habilitado para navegar neste site. Histórias Para Crianças - Livraria Sêfer
  • 00 item(s) - R$ 0,00
Seu carrinho de compras está vazio.
  • Histórias para Crianças

Histórias para Crianças

Autor: Isaac B. Singer
SKU: 13050
Páginas: 339
Avaliação geral:

Reúne os contos para crianças produzidos por este ganhador do Prêmio Nobel e publicados antes separadamente, como Zlateh, a cabra, Mazel e Shlimazel ou O leite de uma leoa, A hospedaria do medo, Quando Shlemiel foi para Varsóvia, José e Koza, Elias, o escravo, A cidade do pecado, Os bobos de Chelm, Por que Noé escolheu a pomba, Um conto de três desejos, Naftali, o contador de histórias, e seu cavalo Sus - e mais outros 25.

R$ 55,00 no Cartão
Disponibilidade: Imediata

Quem comprou esse produto também comprou:

Descrição

Prêmio Nobel de Literatura de 1978, Isaac Bashevis Singer demorou a se convencer de que poderia escrever para crianças. Depois de convencido disso por sua editora nova-iorquina Elizabeth Schub, ele produziu dezenas de livros infantojuvenis, dos quais este é o mais completo: além de 36 contos ao final há um texto intitulado "São as crianças os críticos literários definitivos", onde o autor discorre sobre o que é a boa ficção e como o leitor jovem é independente e só confia no seu próprio gosto, ao mesmo tempo que exige uma história real com começo, meio e fim, a forma como os contos são narrados há milhares de anos.

Nascido em 1904 em Leoncin, povoado próximo a Varsóvia Polônia, Singer emigrou em 1935 para os Estados Unidos onde morreu em 1991. Ali publicou seus romances mais famosos: A família Moskat (1950), Satã em Gorai (1955), O mágico de Lublin (1960), No tribunal de meu pai (1966), Inimigos, uma história de amor (1972), Shosha (1978), O Golem (1982), Yentl (1983) e Escória (1991), alguns deles transformados em filmes de sucesso.

Sua primeira obra para crianças se chamou Zlateh, a cabra (1967) e a esta se seguiram entre outras, Mazel e Shlimazel ou O leite de uma leoa (1967), A hospedaria do medo (1967) Quando Shlemiel foi para Varsóvia (1968) José e Koza (1970) Elias, o escravo (1970), A cidade do pecado (1972), Os bobos de Chelm (1973), Por que Noé escolheu a pomba (1974), Um conto de três desejos (1975), Naftali, o contador de histórias, e seu cavalo, Sus (1976) e este Histórias para crianças (1984), onde se encontram todos os contos que deram título aos livros acima citados, e mais outros 25.

Não se trata porém de um livro exclusivo para o público infantil: as histórias de Singer, além de universais, emocionam gente de todas as idades. Como ele mesmo disse, "muitos adultos leem e apreciam livros infantis. Escrevemos não só para crianças como para seus pais. Eles também são crianças sérias".

A edição brasileira traz um glossário com 114 verbetes para facilitar o entendimento do leitor não familiarizado com a cultura judaica.

Único Nobel de Literatura a escrever em iídiche, Isaac Bashevis Singer aproveitou a entrega do prêmio em 10 de dezembro de 1978 para explicar com humor por que fazia livros numa língua pouco falada. Antes de tudo disse gosto de escrever histórias de fantasmas e não há nada mais adequado a um fantasma do que uma língua moribunda. Quanto mais morta for uma língua mais vivo fica o fantasma. (...). Fora isso não só acredito em fantasmas como também em ressurreição. Estou certo de que milhões de defuntos que falavam iídiche irão um dia se levantar das tumbas e sua primeira pergunta será: Saiu algum livro novo em iídiche? Para eles essa nunca será uma língua morta. (...) Por fim há uma razão menor para que eu continue escrevendo em iídiche: pode ser uma língua moribunda mas é a única que domino. É a minha língua materna e uma mãe nunca está realmente morta.

'Histórias para crianças' reúne diversos contos infantis de Isaac Bashevis Singer.
'Histórias para crianças' reúne diversos contos infantis de Isaac Bashevis Singer.
'Histórias para crianças' reúne diversos contos infantis de Isaac Bashevis Singer.

Sobre o autor

ISAAC BASHEVIS SINGER

Nasceu em Radzymin, Polônia, em 1904, filho e neto de rabinos chassídicos. Sem vocação religiosa, seu primeiro emprego foi numa revista literária de Varsóvia, que editou seu primeiro romance em 1932. Três anos depois foi para Nova York, onde passou a trabalhar num jornal iídiche. Seguiu-se uma sucessão de contos e romances que lhe deram fama internacional. Mesmo após conseguir a cidadania americana, continuou a escrever em iídiche, colaborando com os tradutores que vertiam suas obras para o inglês. Seus livros foram adaptados para o teatro e o cinema. Em 1978, ganhou o Prêmio Nobel de literatura. Morreu em Miami, em 1991.

Avaliação dos Clientes

Seja o primeiro a avaliar este produto.
Newsletter