É necessário que o seu navegador tenha o suporte a javascript habilitado para navegar neste site. Vela Havdalá Bet
  • 00 item(s) - R$ 0,00
Seu carrinho de compras está vazio.
  • Vela de Havdalá Bet

Vela de Havdalá Bet

SKU: 146801
Avaliação geral:

Vela para Havdalá com base colorida redonda e 3 pavios. 100% parafina virgem. Contém 1 unidade.

R$ 38,00 no Cartão
Disponibilidade: Imediata

Descrição

Vela de Havdalá Betcom base colorida redonda

Apresentação:

Pacote com 1 unidade de 45g  

Altura x Largura

23,5 x 7,5 cm 

Cores da base:

2 diversas 

Composição:

Parafina virgem e pavio - produto não tóxico

Prazo de validade:

Indeterminado

Recomendação de segurança:

Acender em lugar apropriado e com supervisão de adulto


Imagem meramente ilustrativa, podendo variar as cores da base da vela.



Modo de Usar

Extraído da nova edição do SIDUR COMPLETO e do SIDUR COMPLETO SEFARADI

HAVDALÁ
Sábado à noite reza-se Arvit (ou Maariv) com a inserção de alguns trechos alusivos à separação entre o sagrado e o temporal. Em seguida faz-se a Havdalá, o ritual da despedida, sobre vinho (ou certas outras bebidas). É a contrapartida do Kidush. A hora da Havdalá é depois do aparecimento de, no mínimo, três estrelas de tamanho médio. Esta hora é indicada no calendário judaico e nas tabelas difundidas pelas vá­rias entidades judaicas.
A Havdalá consiste de quatro bênçãos: sobre o vinho, sobre as especiaria, sobre a luz do fogo e sobre a separação entre o sagrado e o temporal. Neste ritual salientamos e ressalta­mos a santidade e o valor do Shabat, pelos quais ele se distin­gue dos outros dias da semana.

CERIMÔNIA DE HAVDALÁ - ASHKENAZI
Coloca-se numa bandeja uma taça transbordante de vinho, um punhado de especiarias  e acende-se uma vela trançada.
O oficiante ergue a taça e diz:


Hinê El ieshuatí, evtach veló efchad, ki ozí vezimrát Iá Adonai, vaihí li lishuá. Ush?avtem máyim bessassón, mimaainê haishuá. Ladonai haishuá, al amechá virchatêcha sêla. Adonai Tseváot imánu, misgav lánu Elohê Iaacov sêla. Adonai Tsevaót, ashrê adam botêach bach. Adonai hoshía, hamélech iaanênu veiom cor'ênu. (e todos dizem juntos: Laiehudim haietá orá vessimchá vessasson vicar. Ken tihiê lánu. até aqui.) Cos ieshuót essá, uvshem Adonai ecrá.
Eis que no Deus da minha salvação terei confiança e assim não temerei, pois a minha força e o meu canto é o Eterno, Deus, e Ele foi a minha salvação. E tirareis água, com regozijo, das fontes da salvação. A Deus pertence a salvação; sobre Seu povo recaia Sua bênção para sempre. O Eterno dos exércitos esteja conosco; que seja o nosso refúgio o Deus de Jacob. Ó Eterno dos exércitos! Feliz é o homem que em Ti confia. Eterno, salva-nos! Ó Rei, responde-nos no dia em que te invocamos. Para os judeus isto foi luz, alegria, regozijo e preciosidade ? assim seja conosco também! O copo da salvação alcançarei e o nome do Eterno proclamarei.

Bênção sobre o vinho:

Savri maranan, 
Baruch atá Adonai, Elohênu mélech haolam, borê perí hagáfen. (Todos: AMEN)
Com a permissão dos senhores,
Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do universo, que criaste o fruto da videira.

Bênção sobre as especiarias:

Pega-se as especiarias e, após a bênção, aspira-se-as. 
O significado simbólico é que o aroma - considerado nos ensinamentos rabínicos um deleite para a alma, mais do que para o corpo - revigora a alma, compensando-a pela perda da "alma adicional" recebida na sexta-feira e que parte no final do Shabat, e que resulta na diminuição da força espiritual.


Baruch atá Adonai, Elohênu mélech haolam, borê minê vessamim. (Todos: AMEN)
Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do universo, que criaste árvores odoríferas.

Benção sobre o Fogo:

À luz de uma vela de dois ou mais pavios trançados segurada geralmente por uma criança, recita-se a bênção sobre o fogo, enquanto observa-se a ponta dos dedos e as unhas à luz da chama, fazendo uso da luminosidade que ela irradia. Este ato, em sendo o primeiro da semana, simboliza o primeiro ato Divino da Criação, que marcou o primeiro dia da semana, quando Deus disse: "Haja Luz".


Baruch atá Adonai, Elohênu mélech haolam, borê meorê haesh. (Todos: AMEN)
Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do universo, que criaste luminares de luz.

Bênção da Havdalá (separação):

O oficiante torna a suspender a taça e diz:
Baruch atá Adonai, Elohênu mélech haolam, hamavdil bên códesh lechol, bên or lechóshech, bên Yisrael laamim, bên iom hashevií lesheshet iemê hamaassê. Baruch atá Adonai, hamavdil ben códesh lechol. (Todos: AMEN)
Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do universo, que fazes separar o santo do profano, a luz da escuridão, Israel dos demais povos, e o sétimo dia dos seis dias de trabalho. Bendito sejas Tu, Eterno, que separas o santo do profano.

O oficiante se senta, toma metade da taça, apaga a vela derramando vinho sobre ela e depois distribui o vinho que sobrou aos demais. 
Cumprimenta-se com "Shavúa tov!" - Boa semana!
Costuma-se também entoar melodias que podem ser encontradas no Sidur.


*   *   *

CERIMÔNIA DE HAVDALÁ - SEFARADI
Coloca-se numa bandeja uma taça transbordante de vinho, um punhado de especiarias  e acende-se uma vela trançada.
O oficiante ergue a taça e diz:


Rishon letsion hine hinam, velirushaláyim mevasser eten. Cos ieshuot essá, uvshem Adonai ecrá. Ána Adonai hoshía na. Ána Adonai hoshía na. 
Ána Adonai hatslichá na. Ána Adonai hatslichá na. Hatslichênu, hatslíach derachênu, hatslíach limudênu, ushlach berachá revachá vehatslachá bechol maassê iadênu, kedichtiv: yissá verachá meet Adonai, utsdacá meelohê yishô. Laiehudim haita orá vessimchá vessasson vicar. Uchtiv: Vaiehi David lechol derachav maskil, vadonai imô, ken tihiê imánu. Venôach mátsa chen beenê Adonai. Ken nimtsá chen vessêchel tov beenê Elohim veadam. Elahá demeir anênu.
Eu serei o primeiro a dizer a Tsion "Ei-los aqui!", e a Jerusalém mandarei um mensageiro com boas novas. O copo da salvação alçarei e o Nome do Eterno proclamarei. Rogo, ó Eterno, salva-nos! Rogo, ó Eterno, salva-nos! Rogo, ó Eterno, faz-nos prosperar! Rogo, ó Eterno, faz-nos prosperar! Faz que prosperemos! Faz prosperar o nosso caminho! Faz prosperar o nosso estudo! Envia-nos uma bênção abundante e prosperidade em toda obra de nossas mãos, conforme está escrito: "Ele receberá uma bênção do Eterno e caridade do Deus da sua salvação." "Para os judeus houve luz, alegria, regozijo e preciosidade." 
E está escrito: "E David foi bem-sucedido em todos os seus caminhos, e o Eterno estava com ele" - que Ele também esteja conosco! "E Noé encontrou graça aos olhos do Eterno" - que nós também encontremos graça e boa compreensão aos olhos de Deus e do homem! Ó Deus de Ribi Meir, atende-nos!

Bênção sobre o vinho:

Savri maranan,  (Todos respondem: Lechayim!)
Baruch ata Adonai, Elohênu mêlech haolam, borê peri haguêfen. (Todos : AMEN)
Com a permissão dos senhores! (À vida!)
Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, que criaste o fruto da videira.


Bênção sobre especiarias ou plantas perfumadas:

Pega-se as especiarias e, após a bênção, aspira-se-as. 
O significado simbólico é que o aroma - considerado nos ensinamentos rabínicos um deleite para a alma, mais do que para o corpo - revigora a alma, compensando-a pela perda da "alma adicional" recebida na sexta-feira e que parte no final do Shabat, e que resulta na diminuição da força espiritual.


Baruch ata Adonai, Elohênu mêlech haolam, borê (atsê) (isbê) (minê) vessamim. (Todos : AMEN)
Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, que criaste (árvores) (plantas) (espécies) odoríficas.

Bênção sobre o fogo:
À luz de uma vela de dois ou mais pavios trançados segurada geralmente por uma criança, recita-se a bênção sobre o fogo, enquanto observa-se a ponta dos dedos e as unhas à luz da chama, fazendo uso da luminosidade que ela irradia. Este ato, em sendo o primeiro da semana, simboliza o primeiro ato Divino da Criação, que marcou o primeiro dia da semana, quando Deus disse: "Haja Luz".

Baruch ata Adonai, Elohênu mêlech haolam, borê meorê haesh. (Todos : AMEN)
Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, que criaste luminares de luz.

Bênção da Havdalá (separação):
Baruch ata Adonai, Elohênu mêlech haolam, hamavdil bên côdesh lechol uvên or lechôshech, uvên Yisrael laamim, uvên iom hashevií lesheshet iemê hamaassê. Baruch ata Adonai, hamavdil bên côdesh lechol. (Todos : AMEN)
Bendito sejas Tu, Eterno, nosso Deus, Rei do Universo, que fazes separar o santo do profano, a luz da escuridão, Israel dos demais povos, e o sétimo dia dos seis de trabalho. Bendito sejas Tu, Eterno, que separas o santo do profano.

O oficiante se senta, toma metade da taça, apaga a vela derramando vinho sobre ela e depois distribui o vinho que sobrou aos demais. 
Cumprimenta-se com "Shavúa tov!" - Boa semana!
Costuma-se também entoar melodias que podem ser encontradas no Sidur.

Avaliação dos Clientes

Seja o primeiro a avaliar este produto.
Newsletter