Imortalidade, Ressurreição e Idade do Universo: Uma Visão Cabalística
  • Imortalidade, Ressurreição e Idade do Universo: Uma Visão Cabalística

  • Autor:
  • Páginas: 196

  • Ao contrapor ensinamentos antiquíssimos às mais recentes descobertas científicas, o autor navega pelas águas profundas da Cabalá e mostra, por exemplo, como a idade do universo segundo a ciência moderna condiz com a cronologia da Criação relatada no Livro do Gênesis, e como a longevidade dos Patriarcas antes do Dilúvio e a ressurreição dos mortos podem ser explicadas em termos biológicos.
  • Escolha a Cor (  )
    • por: R$ 60,00
    • Disponibilidade: Imediata
  • Portal das Reencarnações
    Portal das Reencarnações
    R$ 83,00
  • Meditação e Cabalá
    Meditação e Cabalá
    R$ 85,00
  • Jornada da Alma
    Jornada da Alma
    R$ 30,00
  • Orações Cabalistas - Dias da Semana
    Orações Cabalistas - Dias da Semana
    R$ 129,00
  • O Jardim da emuná
    O Jardim da emuná
    R$ 60,00
  • Decifrando a Criação
    Decifrando a Criação
    R$ 35,00
  • O Alfabeto Sagrado
    O Alfabeto Sagrado
    R$ 64,30
  • Anatomia da Alma
    Anatomia da Alma
    R$ 85,00
    
Um dos eruditos mais importantes, prolíficos e criativos da geração passada, o rabino Aryeh Kaplan escreveu sobre a Bíblia, as leis, o misticismo e o pensamento judaicos. Ao falecer, deixou uma série de trabalhos a serem publicados, entre eles a coletânea IMORTALIDADE, RESSURREIÇÃO E IDADE DO UNIVERSO: UMA VISÃO CABALÍSTICA.

Ao contrapôr ensinamentos antiquíssimos às mais recentes descobertas científicas, o rabino Kaplan nos brinda com alguns de seus textos mais incisivos e estimulantes. Navegando pelas águas profundas da Cabalá, mostra, por exemplo, como a idade do universo segundo a ciência moderna condiz com a cronologia da Criação relatada no Livro do Gênesis, e como a longevidade dos Patriarcas antes do Dilúvio e a ressurreição dos mortos podem ser explicadas em termos biológicos.

A obra inclui ainda uma discussão sobre astrologia e judaísmo e uma visão mística sobre o relacionamento entre o homem e a mulher. Também faz parte deste volume a tradução ampliada do famoso artigo Or Hachayim, do rabino Israel Lipschitz, autor do clássico comentário Tifiret Israel sobre a Mishná. Escrito em 1845, foi a primeira abordagem judaica sobre a descoberta de fósseis de milhôes de anos à luz da Torá.
O Rabino Aryeh Kaplan nasceu no Bronx, New York City, para a família sefardi Recanati, de Salônica, na Grécia. Estudou na Yeshiva Torá Vodaas e na Yeshiva de Mir, no Brooklyn. Kaplan recebeu sua "semicha" (ordenação rabínica) de algumas das mais importantes autoridades rabínicas de Israel, incluindo o Rabino Eliezer Yehuda Finkel. Ele também obteve um mestrado em física e foi listado no "Quem é Quem na física" nos Estados Unidos.
Sua grande influência foi o Rabino Zvi Aryeh Rosenfeld (1922-1978), que, sozinho, introduziu os ensinamentos do Rebe Nachman de Breslav nos EUA década de 1950, inspirando muitos estudantes das yeshivot do Brooklyn, especialmente os de Torá Vodaas. Trabalhando juntos, Kaplan e Rosenfeld traduziram e comentaram o Tikun do Rebe Nachman (baseados no Tikun Haklali). Por sugestão de Rosenfeld, Kaplan também produziu a primeira tradução ao inglês do Sichot Haran ("Sabedoria do Rebe Nachman"), editado por Rosenfeld. Ele também traduziu e comentou "Até o Mashiach: A vida do RebeNachman", que conta o dia a dia da vida Rebe Nachman, para o recém-criado Instituto de Pesquisa Breslov fundado por Chaim Kramer, genro de Rosenfeld. Em obras posteriores, Kaplan explora a Chassidut, a Cabala e a meditação judaica. De 1976 em diante, a atividade principal de Kaplan foi a tradução para inglês da recém-traduzida (do Ladino para o hebraico, 1967) antologia "Me'am Lo'ez". Ele também completou a "Torá Viva", uma nova tradução dos Cinco Livros de Moisés e das Haf?arot, pouco antes de sua morte.
Kaplan foi descrito pelo Rabino Pinchas Stolper, seu patrocinador original, dessa forma: "Ele viu a harmonia entre a ciência e o judaísmo, onde muitos outros viram o contrário. Ele apresentou ideias criativas e originais e hipóteses, o tempo todo ancorando-as em obras clássicas da literatura rabínica." Seus trabalhos refletem sua formação em física: sistemática e detalhista. Suas obras continuam a atrair um público amplo e são estudadas principalmente por acadêmicos recém-religiosos.
Ele morreu repentinamente de um ataque cardíaco em 28 de janeiro de 1983, aos 48 anos. Foi enterrado no Monte das Oliveiras, em Jerusalém.
Nenhuma opinião/avaliação de cliente para este produto.
Você deve estar logado/autenticado na loja para poder avaliar nossos produtos. Clique aqui.
Dê sua avaliação:  
ORIENTAÇÕES
     
 
Newsletter
Cadastre seu nome e e-mail e fique por dentro de nossas novidades e promoções:


 
 
MAIS INFORMAÇÕES
Tecnologia NETSTORE